05:20 19 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    290
    Nos siga no

    Os preços de petróleo aumentaram rapidamente após a publicação do relatório do Ministério da Energia dos EUA sobre o aumento das reservas comerciais desta matéria-prima no país, ao mesmo tempo em que o nível de extração caiu até mínimo desde 2014.

    Os especialistas notam que a estatística real superou as previsões.

    Nesta quinta-feira (21) os preços de petróleo mostram a pequena dinâmica de crescimento, mesmo que ontem os novos máximos do ano 2016 foram estabelecidos com base em dados de leilões.

    De acordo com os dados desta manhã, o preço de futuros de junho para o petróleo da marca Brent aumentou 0,02% — até 45,81 dólares por barril. Mais cedo os leilões pela primeira vez desde 26 de novembro de 2015 mostraram o preço de mais de 46 dólares por barril – até 46,02 dólares. 

    O preço de futuros de junho para a marca WTI aumentou em 0,01% — até 44,18 dólares por barril.

    Tudo acima mencionado acontece depois da revelação do Ministério da Energia dos EUA sobre o fato que as reservas comerciais de petróleo no país (exceto a reserva estratégica) em uma semana que acabou em 15 de abril aumentaram em 2,1 milhões de barris (até 538,6 milhões de barris). Ao mesmo tempo a extração de petróleo durante a mesma semana, de acordo com os dados do ministério, diminuíram 24 milhares de barris por dia (até 8,953 de barris por dia), o que é o nível mais baixo desde outubro de 2014.

    Mesmo assim, a preocupação de investidores sobre manutenção de excesso de oferta no mercado de petróleo continua contendo o crescimento dos preços.

    Tags:
    preço do petróleo, reservas, relatório, Ministério de Energia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar