23:11 15 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Escombros provocados por terremoto na cidade japonesa de Mashiki, prefeitura de Kumamoto. 14/04/2016

    Mais de 120 mil continuam desabrigados no Japão após terremotos

    © REUTERS / Kyodo
    Mundo
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    Mais de 120 mil pessoas continuam desabrigadas em Kumamoto e Oita, na ilha japonesa de Kyushu, após dois terremotos que atingiram a região na semana passada e que causaram pelo menos 44 mortos, informou Agência Brasil.

    Cerca de 125 mil pessoas em Kumamoto e outras 3.500 em Oita continuam dormindo em prédios municipais, escolas ou até parques de estacionamento, devido aos tremores, informou nesta terça-feira (19) a emissora pública de televisão NHK.

    O primeiro terremoto, de magnitude 6,5 na escala Richter, aconteceu na noite de quinta-feira. O segundo, de 7,3, ocorreu no sábado. Os dois terremotos provocaram quase 600 réplicas, segundo a Agência Meteorológica do Japão. Muitos prédios desabaram e deslisamentos de terra afetaram Mashiki e Minamiaso, em Kumamoto.

    Cerca de 2.300 edifícios ficaram danificados, segundo dados da prefeitura. O número de mortos subiu para 44 depois na segunda-feira. Mais de 20 mil efetivos do exército colaboram nos trabalhos de resgate e tentam fazer chegar alimentos por helicóptero às zonas mais afetadas, onde começa a faltar a comida. Cerca de 11 mil casas continuam sem eletricidade e 89 mil sem água em Kumamoto.

    Mais:

    Mais de mil pessoas completamente isoladas após terremoto no Japão
    Alerta de Tsunami na costa sul do Japão após novo terremoto de magnitude 7,0
    Hospitais recebem mais de 760 feridos após terremoto no Japão
    Tags:
    desabrigados, terremoto, Minamiaso, Mashiki, Kumamoto, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar