19:14 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    652
    Nos siga no

    Dmytro Yarosh profetizou a desintegração da Ucrânia dentro de um ano.

    Existe a possibilidade de a Ucrânia afinal poder se desintegrar em vários pequenos estados ainda neste ano, disse Dmytry Yarosh, legislador ucraniano e o líder da organização extremista de Setor de Direita.

    Yarosh está convencido de que a Ucrânia se desintegrará até o fim do ano de 2016.

    “Agora estamos discutindo a questão de salvação do país. Tenho a oportunidade de ver os dados específicos fornecidos pelo Serviço da Segurança da Ucrânia (SSU) e pelo Conselho para a Defesa e Segurança Nacional e sei que existe um cenário pessimista segundo o qual o nosso país pode só existir até o fim do ano em curso.

    Depois vamos ter vários quase-estados no território atual da Ucrânia ”- disse ele numa entrevista ao portal de notícias ucraniano Mir.

    Segundo Yarosh, o fato de que o governo ucraniano continua travando uma guerra no Leste da Ucrânia, enquanto o país está mergulhado em uma crise política que se tem intensificada após a renúncia de Arseniy Yatsenyuk, mostra que o futuro do país é muito pouco claro.

    O Setor de Direita é um movimento que reúne uma série organizações radicais nacionalistas na Ucrânia. Em janeiro e fevereiro de 2014, membros do grupo participaram de confrontos com a polícia e da invasão de diversos prédios administrativos do país, e desde abril do ano passado promovem repressão a protestos no sudeste ucraniano.

    Em novembro de 2014, a Corte Suprema da Rússia reconheceu o Setor de Direita como uma organização extremista e proibiu a sua atividade em território russo. Em janeiro de 2015, o grupo foi incluído na lista de organizações proibidas na Rússia. Líder do movimento, Dmitry Yarosh enfrenta igualmente na Rússia acusações de incitação à atividade terrorista.

    Mais:

    Ucrânia quer banir o rublo e substituí-lo pela libra
    Adeus a Yatsenyuk: Ucrânia tem novo primeiro-ministro
    Tags:
    desintegração, Setor de Direita, Dmitry Yarosh, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar