02:42 06 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    211
    Nos siga no

    O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, declarou nesta terça-feira (19) que o país acolheu cerca de 2,7 milhões de refugiados sírios em seu território.

    “Até este momento acolhemos 2,7 milhões de irmãos e irmãs sírias, cerca de 300 mil iraquianos e cidadãos de outros países”, disse o primeiro-ministro durante o seu discurso na Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa. 

    Davutoglu observou que Ancara gastou mais de 10 bilhões de dólares para manter os refugiados. 

    “Graças à contribuição internacional, não recebemos nem a metade 1 bilhão de dólares, nossos colegas não consideram esta responsabilidade como sua”, criticou o primeiro-ministro turco. 

    No começo de abril foi iniciada a realização prática do acordo migratório entre Turquia e a União Europeia. 

    De acordo com o documento, que entrou em vigor em 20 de março, a União Europeia devolverá à Turquia todo imigrante irregular novo que chegue à costa da Grécia. 

    Da mesma forma, por cada sírio devolvido, a União Europeia deverá aceitar um outro refugiado sírio. 

    Os 28 países do bloco europeu se comprometeram também de acelerar a liberalização de vistos para os cidadãos turcos e as negociações sobre a adesão da Turquia ao bloco europeu turcos, bem como o pagamento de adicional de 3 bilhões de euros até o final de 2018 para ajudar Ancara no combate à crise de imigração.

     

    Mais:

    A crise que abalou o mundo: há um ano que chegam ondas de refugiados à Europa
    ACNUR: Cortes no orçamento dos EUA impossibilitarão assistência aos refugiados
    Erdogan ameaça romper acordo sobre refugiados com UE
    ACNUR pede socorro para os refugiados do Triângulo Norte da América Central
    AI: Turquia mata refugiados na fronteira com Síria
    Tags:
    imigrantes, refugiados, Ahmet Davutoglu, Síria, União Europeia, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar