16:03 22 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Membros da União da Juventude Turca

    Membros da União da Juventude Turca atacam soldado americano

    © Twitter/@SinanSungur
    Mundo
    URL curta
    392

    Dois membros da União da Juventude Turca foram colocados em prisão domiciliar após uma tentativa fracassada de colocar um saco na cabeça de um soldado das Forças Armadas dos Estados Unidos na base aérea de Incirlik, na Turquia.

    Em um vídeo publicado há dois dias no YouTube e em fotos divulgadas em outras mídias sociais, os jovens Yalcin Semir Akarsu e Cenk Kizilirmak aparecem se preparando para atacar um militar americano. Na gravação, é possível ouvir um deles explicando que a ação é uma vingança pelo episódio ocorrido há 13 anos, quando soldados dos EUA sequestraram membros das Forças Armadas da Turquia e os mantiveram detidos por quase três dias. 

    "Vocês colocaram sacos nas cabeças dos nossos soldados em 2003. Vocês são responsáveis por isso e pelos eventos de terror no nosso país", afirma Akarsu. "Bombas explodem todos os dias, nós recebemos as notícias de mártires. Vocês são responsáveis por isso. Você não pode deixar sua base aérea, mas nós estamos aqui, entrando na sua base para colocar um saco na sua cabeça".

    Em 2003, militares americanos prenderam por engano membros das Forças Especiais da Turquia em um abrigo no Iraque. Durante a detenção, que durou 60 horas, os prisioneiros foram forçados a usar capuzes o tempo todo. O caso foi considerado um grande insulto por boa parte da população turca, que até hoje não perdoa a ação. 

    Formada em 2006 com o objetivo de "combater o imperialismo americano", a União da Juventude Turca ganhou notoriedade no exterior em 2014, quando alguns de seus membros atacaram marinheiros do destroier USS Ross, da Marinha dos Estados Unidos, com tinta vermelha, capuzes e gritos de "assassinos" e "yankees, go home". 

    Mais:

    Turquia pede cooperação do Irã contra o terrorismo
    OSCE: Turquia deve corrigir sua legislação após bloqueio da Sputnik
    Dois russos são presos na Turquia sob suspeita de espionagem
    Jornalista sírio é morto na Turquia
    Tags:
    USS Ross, YouTube, União da Juventude Turca, Cenk Kizilirmak, Semir Akarsu, Iraque, Incirlik, Turquia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik