17:53 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira da Suécia

    Daesh tenta recrutar jihadistas em agência de emprego na Suécia

    © AFP 2018 / PHILIPPE LOPEZ
    Mundo
    URL curta
    0 03

    O grupo terrorista Daesh teria tentado recrutar jihadistas através de uma agência de emprego na cidade de Malmo, na Suécia.

    As agências de emprego, onde os clientes ficam na fila com senha na mão para conversar sobre o futuro trabalho com os assistentes sociais, é para maioria dos refugiados o primeiro passo no mercado de emprego da Suécia. No entanto, a equipe da agência de emprego em Malmö descobriu um homem suspeito que tentava entrar em contato com clientes da agência e divulgar propaganda de Daesh. O incidente, que aconteceu no final do ano passado, foi revelado somente na semana passada.

    "Nós notamos a tentativa de recrutamento para a organização terrorista", confirmou Per Ola Persson, chefe de segurança da agência de emprego.

    Segundo ele, o recrutamento ocorreu abertamente na sala da recepção da agência, com várias testemunhas.

    "Nós nem sempre sabemos o que está acontecendo em nossas salas. Nós consideramos que todos os clientes chegam para procurar trabalho. É difícil controlar todos", disse ele, comentando a ausência de câmeras de vigilância.

    Segundo fontes do jornal Sydsvenskan, as tentativas de recrutamento em Malmo tinha ocorrido em vários locais públicos, como restaurantes e cafés. Os recrutadores eram descritos como "salafistas radicais" vestidos com calças curtas e com "barbas descuidadas".

    "As pessoas que se tornam vítimas de recrutadores são frequentemente desempregadas”, disse um testemunho de vários casos de recrutamento.

    Os recrutadores do Daesh estão tentando não somente achar novos jihadistas, mas também intimidar os seus inimigos, ameaçando por meio de SMS.

    As agências de emprego são os lugares preferidos pelos recrutadores. Eles procuram as pessoas vulneráveis, oferecendo-lhes ajuda e resolução de seus problemas, disse Amir Rostami, policial e sociólogo, apontando que a maioria dos jihadistas suecos vem de bairros com alta taxa de criminalidade.

    Mais:

    Daesh está perdendo territórios, lucros caem 30%
    A Rússia é mais perigosa do que o Daesh, afirmam poloneses
    Abin confirma ameaça de atentados do Daesh na Olimpíada
    Tags:
    emprego, agência, salafistas, terrorismo, recrutamento, jihadista, Daesh, Suécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik