16:31 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Josh Earnest, porta-voz da Casa Branca

    Representante dos EUA reclama em Moscou de incidente com aviões russos no Báltico

    © REUTERS / Yuri Gripas
    Mundo
    URL curta
    5411

    Um adido militar da Embaixada dos Estados Unidos em Moscou expressou hoje grande insatisfação às autoridades russas com os recentes incidentes envolvendo aeronaves russas e um navio norte-americano nas águas do mar Báltico, segundo informou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

    Na última quarta-feira, fontes da Defesa dos EUA acusaram pilotos de aviões e helicópteros russos de terem realizado diversas manobras agressivas sobre o destroier USS Donald Cook, no Báltico. Nesta manhã, as autoridades americanas chegaram até a divulgar um vídeo como prova do que eles afirmam ter sido um voo com "perfil de ataque simulado" de caças russos Su-24. Ao responder às acusações, no entanto, a Defesa da Rússia afirmou que os exercícios russos foram realizados em conformidade com todas as normas internacionais de segurança, que não houve agressividade por parte dos pilotos e que as manobras do navio americano ocorreram a alguns quilômetros de uma base naval russa na região. 

    "Os Estados Unidos expressaram nossas preocupações junto aos russos. Felizmente, existe um processo bem estabelecido para isso. Não é de todo incomum as aeronaves militares russas se engajarem em ações como essas. Então, nós, tipicamente, expressamos nossas preocupações através do adido militar da Embaixada dos EUA em Moscou. Eu posso dizer a vocês que houve comunicação", declarou Josh Earnest em coletiva de imprensa. 

    De acordo com o porta-voz da Casa Branca, Washington e Moscou tentarão resolver suas diferenças através dos devidos canais militares estabelecidos para esse fim.

    Mais:

    EUA divulgam vídeo sobre voo 'agressivo' de caça Su-24
    EUA acusam aviões russos de fazer voos agressivos perto de navio americano
    Tags:
    Su-24, USS Donald Cook, Casa Branca, Josh Earnest, Washington, Moscou, Mar Báltico, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik