16:16 21 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Uma estação de voto na Síria nas eleições de 13 de abril de 2016

    Alemanha não reconhecerá resultado das eleições legislativas na Síria

    © Sputnik / Nour Molhem
    Mundo
    URL curta
    533
    Nos siga no

    O Governo da Alemanha não irá reconhecer os resultados das eleições legislativas realizadas nesta quarta-feira (13) na Síria. A informação é do porta-voz do Ministério das Relações Exteriores alemão, Martin Schaefer.

    "O governo alemão não reconhecerá os resultados dessas eleições", disse ele a repórteres.

    O diplomata acrescentou que "não é possível a realização de eleições livres e justas na situação em que o país está".

    Nesta quarta-feira (13) estão sendo realizadas na Síria eleições parlamentares, em que 3.500 candidatos disputam os 250 assentos no Parlamento.

    É a segunda vez que eleições parlamentares acontecem no país desde o início do conflito armado em 2011. Segundo a ONU, a guerra civil síria já causou mais de 250.000 mortes.

    No mês passado, o ministro das Relações Exteriores da Síria, Walid Muallem, declarou que as eleições parlamentares não teriam nenhum impacto sobre as negociações de paz em Genebra, realizadas com mediação das Nações Unidas.

    Em 30 de março, o presidente do país, Bashar Assad, declarou à agência Sputnik que não esperava mudanças sérias no parlamento sírio após as eleições, mas confirmou que o voto significará que a Síria existe como um Estado apesar da presença de vários grupos terroristas no seu território.

    Mais:

    Síria decide seu futuro em eleições parlamentares
    Confira as vantagens da cooperação entre Rússia e EUA na Síria
    Mais de mil militantes largam armas em Daraa, na Síria
    Helicóptero russo cai na Síria
    Síria tem sete violações do cessar-fogo em 24h
    Tags:
    conflito, eleições, ONU, Walid Muallem, Alemanha, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar