12:03 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    9321
    Nos siga no

    Pequim aprecia muito a afirmação do ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, quanto à disputa do mar do Sul da China, disse o porta-voz da chancelaria chinesa, Lu Kang, na quarta-feira (13).

    Na terça-feira, Sergei Lavrov disse que todas as partes em disputa sobre o mar do Sul da China devem procurar acordos mutuamente aceitáveis. Além disso, o ministro condenou as tentativas de internacionalizar a disputa e disse que é necessário parar a interferência nas negociações dos países  que não são parte da disputa.

    "A China apreciou altamente a declaração do ministro das Relações Exteriores da Rússia", disse o porta-voz chinês, acrescentando que quaisquer tentativas dos países que não estão envolvidos em disputas regionais de influenciar a situação são não-construtivas.

    Pequim defende o seu direito sobre grande parte das águas do mar da China Meridional e está em disputa territorial com países da região, tais como Brunei, Malásia, Filipinas e Vietnã. China acusa Filipinas e Vietnã de usarem de modo deliberado o apoio que recebem dos EUA para escalar as tensões na região. Em janeiro de 2013, Filipinas, unilateralmente, contestaram no Tribunal Internacional de direito marítimo as pretensões chinesas sobre uma série de localidades no Mar da China Meridional. Pequim, em uma resposta dura, negou categoricamente a possibilidade de solução deste tema em tribunais de arbitragem.

    Mais:

    China não quer escalada do conflito com Malásia
    China instala novo farol nas ilhas disputadas
    China tem planos de fazer perfurações até atingir o manto da Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar