05:00 22 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Sergei Lavrov, ministro de Relações Exteriores da Rússia

    Moscou diz 'não' às ambições nucleares de Pyongyang

    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    Mundo
    URL curta
    Crise nuclear das Coreias (56)
    13711

    A Rússia e a China são unânimes em rejeitar o direito de Pyongyang de desenvolver armas atômicas.

    'Moscou reconhece o direito da República Popular Democrática da Coreia de desenvolver o seu programa de utilização de energia nuclear para fins pacíficos, mas rejeita as reivindicações de Pyongyang de ser uma potência nuclear com armas atômicas e respetivos vetores,' disse o ministro as Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

    "Estamos muito preocupados com a situação na península coreana e achamos que é necessário aplicar todos os esforços possíveis para evitar o desenrolamento de uma espiral negativa, quando as ações de uma parte levam a contra-ações da outra parte, tornando-se um círculo vicioso”, disse o chefe da diplomacia russa, entrevistado por mídias da China, Japão e Mongôlia.

    "Nós, tal como a China, rejeitamos as ambições nucleares da Coreia do Norte," comenta o ministro.

    Tema:
    Crise nuclear das Coreias (56)

    Mais:

    Coreia do Sul e EUA iniciam exercícios navais e provocam tensão com Coreia do Norte
    Coreia do Sul realiza exercícios de artilharia por receios de possível ataque do norte
    Mídia: Coreia do Norte lança mais um míssil balístico
    Tags:
    armas nucleares, não-proliferação, Sergei Lavrov, Rússia, China, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar