14:00 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Fumaça no distrito de Sur na província de Diyarbakir, Turquia, 3 de fevereiro de 2016

    Atentado com carro-bomba deixa um morto e pelo menos 25 feridos na Turquia

    © AFP 2019 / Ilyas Akengin
    Mundo
    URL curta
    320
    Nos siga no

    Pelo menos uma pessoa morreu e outras 25 ficaram feridas após um carro-bomba ter explodido próximo a um prédio administrativo da guarda civil na cidade de Diyarbakir, no sudeste da Turquia, informou a agência Anadolu.

    Fontes militares do país revelaram à agência DHA que o atentado teria sido organizado por membros do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), organização proibida na Turquia. O ato terrorista, no entanto, ainda foi reivindicado por nenhum grupo.

    Diyarbakir é considerada a capital não oficial curda da Turquia. Ao longo dos últimos três meses, o bairro Sur vem sendo palco de uma operação antiterrorista contra o PKK. Em represália às ações militares de Ancara, grupos radicais curdos têm realizado diversos ataques com carro-bomba na cidade.

    No início de março, o Departamento de Estado dos EUA emitiu um aviso para população do seu país sobre o perigo de viajar para a Turquia, em razão de um aumento significativo da ameaça terrorista no país.

    O recente conflito armado entre forças do governo e militantes curdos, iniciado em julho de 2015, já provocou a morte de mais de 370 militares e policiais turcos e 5 mil combatentes curdos, segundo reputado pelo presidente Tayyip Erdogan.

    O Partido Democrata dos Povos (HDP), de orientação pró-curda na Turquia, garante, no entanto, que a operação militar de Ancara já provocou a morte de centenas de civis.

    Tags:
    morto, feridos, carro bomba, atentado, curdos, Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), Turquia, Diyarbakir
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar