07:20 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko

    Poroshenko planeja formar coalizão parlamentar até terça-feira

    © AP Photo / Efrem Lukatsky
    Mundo
    URL curta
    503

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, disse neste domingo que espera formar a coalizão no parlamento do país já na próxima terça-feira.

    Na manhã deste domingo, o primeiro-ministro da Ucrânia, Arseny Yatsenyuk, renunciou ao cargo, afirmando que a desestabilização do país é "inevitável" se um novo governo não for composto. O ex-premiê declarou ainda que seu partido, a Frente Popular, continuará parte da coalizão governista no parlamento.

    "Espero que não vá além da próxima semana. Preferencialmente na terça-feira, veremos a criação de uma coalizão na Supreme Rada (parlamento ucraniano)", disse Poroshenko a jornalistas.

    Poroshenko afirmou ainda esperar que parlamentares proponham a candidatura de  (atual presidente do parlamento Vladimir) Groysman para primeiro-ministro, e declarou ainda estar pronto para trabalhar com qualquer candidato.

    Anteriormente, o governo de Yatsenyuk sobreviveu a um voto de não-confiança, que fez com que várias facções deixassem a coalizão governista no parlamento.

    Recentemente, Poroshenko nomeou Groisman para primeiro-ministro do país. A notícia da candidatura de Groisman veio alguns dias depois de a ministra da Economia, Natalia Yaresko, anunciar sua vontade de se se tornar primeira-ministra e liderar um "governo de tecnocratas".

    Em novembro, o partido de Poroshenko afirmou considerar insatisfatório o trabalho do governo em 2015 e apoiou o voto para dissolver o parlamento. Poroshenko também pediu a renúncia de Yatsenyuk, mas o parlamento não conseguiu aprovar o voto de não-confiança contra o governo.

    Em fevereiro, Yatsenyuk descreveu a atual crise política no país como "artificial" e pediu ao povo ucraniano que continuasse com as reformas.


    Mais:

    Primeiro-ministro da Ucrânia renuncia
    Associação com Ucrânia 'só beneficiará os oligarcas', não o povo
    Referendo: população holandesa votou contra a associação entre Ucrânia e UE
    Um terço dos holandeses não quer a Ucrânia na UE
    ONU: Mais de 1,5 milhão de pessoas passam fome no Leste da Ucrânia
    Tags:
    coalizão parlamentar, primeiro-ministro, renúncia, governo, Verkhovna Rada, Pyotr Poroshenko, Arseny Yatsenyuk, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik