15:22 24 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    17301
    Nos siga no

    As reservas internacionais da Rússia (ouro e divisas) continuam sendo maiores do que a sua dívida pública. As agências de notação de risco ocidentais são muito pessimistas quando determinam o rating da Rússia, considera a diretora da Academia de Classificação de Crédito junto da agência de notação de risco chinesa Dagun, Du Mingyan.

    A agência Dagun opina que, ao estabelecer o rating de um país, é necessário tomar em conta a sua capacidade de pagar a dívida e as alterações dos fatores que influem sobre esse aspeto. Sem isso, a baixa do rating só prejudica o mercado de capitais, leva a uma circulação errada de capitais e impede a restauração da economia global.

    Comentando a informação de que a Moody's, uma das maiores agências de classificação de risco de crédito, anunciou a possível baixa do rating da Rússia, Du Mingyang disse à agência de notícias chinesa Xinhua que a dívida do governo russo aumentou de forma insignificante:

    “A dívida russa não ultrapassa 20 por cento do PIB e é insignificante em comparação com a dívida pública dos EUA, cujo índice atinge 106 por cento. Nos últimos dois anos, o governo russo usou na maioria o Fundo de Reserva e Fundo de Bem-Estar Nacional para cobrir o défice”.

    Du Mingyang destacou que, apesar das dificuldades na economia russa, a popularidade de Vladimir Putin continua alto já que, recusando-se a assegurar a estabilidade do rublo, o governo preservou a estabilidade das reservas internacionais. O governo deu este passo intencionalmente e assim garantiu a sua insolvência.  

    “Se tomarmos em conta os fatores mencionados, a capacidade de pagamento russa não sofreu grandes mudanças, não há razões para baixar o rating até o nível BB”, frisou o especialista.

    Segundo ela, as ações das agências ocidentais afetaram negativamente o setor privado (contra o qual não foram introduzidas sanções), nomeadamente a sua capacidade de financiamento.

    A agência Dagun considera que os ratings publicados pelas agências do Ocidente têm um caráter ideológico.

    Mais:

    Rússia está entre os países mais inovadores do mundo
    Rebaixamento do rating brasileiro dificulta captação de dinheiro no exterior
    Tags:
    dívida pública, rating, economia, Moody's, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar