20:14 17 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O primeiro-ministro britânico, David Cameron, deixa 10 Downing Street, em Londres.

    Manifestantes em Londres pedem renúncia de Cameron

    © AP Photo / Matt Dunham
    Mundo
    URL curta
    Panama Papers (31)
    15101
    Nos siga no

    Os manifestantes se reuniram no sábado (9) em frente a 10 Downing Street, residência do primeiro-ministro britânico David Cameron em Londres para pedir a sua renúncia.

    A manifestação ocorre após o vazamento de Panama Papers, que envolve também a família de Cameron. 
    Na quinta-feira (7) à noite, o primeiro-ministro admitiu que ele e a sua esposa venderam ações no valor de mais de £ 30.000 a um fundo criado no Panamá pelo seu pai, que faleceu em 2010.
    O protesto só terminará depois de ele renunciar, segundo os organizadores.

    ​No domingo (3), o jornal alemão Sueddeutsche Zeitung publicou documentos, obtidos em um vazamento de dados da empresa panamenha Mossack Fonseca, de acordo com os quais o pai do primeiro-ministro, Ian Cameron, detinha um fundo de investimento (Blairmore Holdings), dirigido a partir das Bahamas.

    A primeira reação de Cameron na terça-feira foi que ele não possuía quaisquer ações. No entanto, ele admitiu na quinta-feira ter vendido a sua quota no valor de 30.000 libras (por volta de 145 mil reais) pouco antes de assumir o cargo de primeiro-ministro.

    Tema:
    Panama Papers (31)

    Mais:

    Panama Papers: Justiça argentina investiga Macri
    Putin sobre 'Panama Papers': informação produzida para desestabilizar a Rússia
    Tags:
    Panama Papers, David Cameron, Grã-Bretanha, Londres
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar