07:22 26 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Militantes do Daesh

    Corrupção terrorista: Pagar para sair do Daesh (ou não)

    © AP Photo / AP Photo via militant website, File
    Mundo
    URL curta
    Crueldades do Daesh (33)
    103

    Os moradores de alguns bairros da província síria de Deir ez-Zor, controlados pelo Daesh, sofrem com o bloqueio pelos terroristas.

    Os moradores ficam sob forte pressão moral. O assim chamado "emir" do Daesh em Deir ez-Zor está propagando seus sermões religiosos, ameaçando com punição corporal as pessoas que não querem cumpri-los.

    A situação está agravada com as ações egoístas "dos especuladores da guerra", que, sob o pretexto de prestar assistência aos sírios satisfazem seus próprios interesses.

    Muhammed at-Tellawy, morador da aldeia de província oriental de Deir ez-Zor contou à Sputnik sobre as dificuldades que ele teve que superar para escapar da opressão dos terroristas.

    Eu só pude deixar a cidade de Deir ez-Zor depois de passar por grandes sofrimentos. O Daesh proíbe aos cidadãos sair da cidade de Deir ez-Zor e os arredores. Somente os enfermos têm a possibilidade de fugir. As pessoas doentes têm que preencher formulários para obter a permissão de ida. Ao sair da cidade eles estão acompanhados pelos militantes. O preço de tal procedimento é 200 dólares. Mas a autorização recebem somete os pacientes em estado grave”, disse Muhammed.

    At-Tellawy explicou que muitos pacientes morreram porque os militantes de Daesh não os deixaram sair da cidade. Ele conta que há muitos doentes com insuficiência renal e cardíaca que não conseguiram obter a permissão para receber a assistência médica em Damasco. Recentemente, depois de aumento da intensidade dos ataques aéreos da coalizão sobre as partes oriental e ocidental da província de Deir ez-Zor, muitas pessoas querem deixar essas áreas e mudar para o norte da Síria usando os serviços dos “intermediários” que ficam em contato com os membros do Daesh e podem vender a permissão de sair a “preço razoável”.

    “Mesmo que eu tinha que pagar US$ 1.000 a um dos líderes do Daesh, Abu Hussein al-Iraqi, que me deu a permissão de sair. Com este documento os militantes me deixaram atravessar os postos de controle", disse Muhammed.

    Além dos intermediários, existem também os contrabandistas que, por 400-500 dólares, transportam as pessoas clandestinamente. Este tipo de viagem é muito perigoso, porque o carro atravessa varias províncias fora da estrada, por campos que ainda estão minados. At-Tellawy falou sobre 10 civis de Deir ez-Zor que tentavam sair da cidade clandestinamente, mas o carro deu com uma mina.

    Tema:
    Crueldades do Daesh (33)

    Mais:

    Rússia e Líbia manifestam preocupação com a expansão da influência do Daesh
    Turquia acusa deputado de terrorismo após revelações sobre fonte de armas tóxicas do Daesh
    Criança escapou ao Daesh: 'vivia com medo, fome e violência'
    Tags:
    contrabandistas, islã, propina, terrorismo, Daesh, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik