07:01 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Drones de ataque com mísseis Grey Eagle em base norte-americana no Afeganistão, em 11 de abril de 2012

    Obama reconhece falta de estrutura em programa de drones dos EUA

    © AFP 2017/ HO / US ARMY
    Mundo
    URL curta
    308

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quinta-feira que o programa norte-americano de drones deveria ter tido uma estrutura mais abrangente quando foi lançado e que ainda precisa ser mais transparente para a população.

    "Acho que seria justo dizer que, nos dois primeiros anos da minha presidência, a arquitetura legal e administrativa e as estruturas de comando em torno das quais esses (drones) foram utilizados foram pouco desenvolvidas em relação à rapidez com que a tecnologia estava se movendo", declarou o chefe de Estado dos EUA durante um encontro com estudantes na Universidade de Chicago. 

    "Nossas equipes militares e de inteligência começaram a ver isso como algo realmente efetivo, e começaram a só seguir em frente", acrescentou Obama.

    Destacando o sucesso dos drones em operações para eliminar terroristas, o líder americano afirmou que o programa deveria ser administrado através do Departamento de Defesa. 

    "Eu não quero que as nossas agências de inteligência sejam uma organização paramilitar". 

    Após admitir que pessoas inocentes foram mortas em resultado de algumas missões com veículos aéreos não tripulados, o presidente reiterou a importância de aumentar a transparência do programa de drones para o público. 

    Mais:

    Rússia lança sistema de registro on-line de drones de pequeno porte
    Rússia usa drones para monitorar cessar-fogo na Síria
    Ao acolher drones americanos na Sicília a Itália ‘voa’ para guerra?
    Israel intercepta carregamento de drones para Faixa de Gaza
    Tags:
    drone, Universidade de Chicago, Barack Obama, Chicago, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik