17:07 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Turquia Tayyip Erdogan

    Erdogan ameaça romper acordo sobre refugiados com UE

    © REUTERS/ Umit Bektas
    Mundo
    URL curta
    461

    O presidente turco, Tayyip Erdogan, acusou a União Europeia de descumprir suas promessas firmadas no acordo sobre refugiados e ameaçou Bruxelas de também deixar de cumpri-lo.

    O acordo para conter o fluxo de refugiados e imigrantes para a UE, assinado entre Bruxelas e Ancara, pressupõe uma troca de um para um, ou seja, que os milhares de imigrantes ilegais estacionados nas ilhas gregas sejam enviados de volta à Turquia para que um mesmo número de sírios refugiados em território turco possa ser acolhido na UE.

    Para convencer Ancara a aceitar o acordo, Bruxelas prometeu acelerar as negociações de entrada da Turquia na União Europeia, bem como oferecer um pacote de ajuda inicial no valor de 3 bilhões de euros a serem investidos na construção de novas instalações para os refugiados em território turco.

    "Quase três milhões de pessoas [refugiados sírios] estão sendo sustentadas por nossa conta. Até agora não recebemos nada do que foi prometido pela Europa. Se a UE não cumprir suas promessas, a Turquia  também deixará de seguir o acordo. Países que estão acima de nós economicamente não demonstraram a mesma atitude humanitária" – declarou Erdogan durante um discurso para forças policias em Ancara.

    Ele destacou ainda que, nos termos do acordo, a UE deve destinar um total de 6 bilhões de euros para ajudar a Turquia a acolher os refugiados.

    O jornal britânico The Times divulgou denúncias do Observatório Sírio de Direitos Humanos sobre constantes assassinatos de refugiados sírios na fronteira entre a Síria e a Turquia. Nos últimos quatro meses, militares turcos teriam matado 16 migrantes, sendo três crianças.

    Mais:

    ACNUR pede socorro para os refugiados do Triângulo Norte da América Central
    AI: Turquia mata refugiados na fronteira com Síria
    Erdogan propõe 'zona livre de terror' no norte da Síria para reassentar refugiados
    Tags:
    acordo, refugiados, Recep Tayyip Erdogan, UE, União Europeia, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik