05:55 21 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Policiais inspecionam motoristas no aeroporto de Bruxelas Zaventem, 23 de março 2016

    Terrorista de Bruxelas trabalhou no Parlamento Europeu antes do ataque

    © AFP 2019 / YORICK JANSENS / BELGA
    Mundo
    URL curta
    Explosões em Bruxelas (40)
    201

    Um dos homens-bomba que realizaram o ataque terrorista em Bruxelas, em 22 de março, havia trabalhado anteriormente como zelador no Parlamento Europeu. A informação foi divulgada por um porta-voz da assembleia da UE.

    Segundo a fonte, citada pela mídia internacional, ele "trabalhou por um período de um mês para uma empresa de limpeza que foi contratada pelo Parlamento Europeu naquele período”, disse o porta-voz Jaume Duch Guillot em um comunicado.

    De acordo com ele, o nome do terrorista é Najim Laachraoui, 25 anos, que, de acordo com os promotores, se explodiu no aeroporto belga.

    Ele também é suspeito de preparar coletes suicidas usados por outros homens-bomba durante os atentados de novembro em Paris, que deixou 130 pessoas mortas.

    Os três ataques realizados em Bruxelas mataram 35 pessoas, incluindo três suspeitos de serem homens-bomba. O grupo Daesh (Estado Islâmico) reivindicou a responsabilidade pelos ataques. 

    Laachraoui tinha uma ficha criminal limpa quando se candidatou para o trabalho temporário no parlamento, informou o porta-voz observou.

    Tema:
    Explosões em Bruxelas (40)

    Mais:

    Aeroporto de Bruxelas reabrirá parcialmente neste domingo
    Polícia: pelo menos 50 funcionários do aeroporto de Bruxelas apoiam Daesh
    Charlie Hebdo causa nova polêmica com charge sobre atentado de Bruxelas
    Conselho Europeu revela falhas de segurança na UE antes de ataques em Bruxelas
    Irmão de homem-bomba de Bruxelas quer disputar Jogos Olímpicos
    Tags:
    terrorista, homem-bomba, ataque, Parlamento Europeu, Bruxelas, Bélgica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar