03:27 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    503
    Nos siga no

    A agência de classificação de crédito Moody's antecipou uma mudança estrutural nas tendências de crescimento da América Latina, em um cenário com um longo período de preços baixos para as matérias-primas.

    Segundo as estimativas dos especialistas, a tendência é a de que o crescimento da maioria dos exportadores de commodities da região baixe em um ponto percentual entre 2016 e 2020, em comparação à expansão entre 2000 e 2015. 

    "Os perfis de crédito soberano da América Latina poderiam se deteriorar se os fracos desempenhos econômicos se prolongarem mais do que o antecipado ou se as recuperações não se materializarem no Caribe. Nesse cenário, as métricas fiscais poderiam se deteriorar significativamente e colocar pressão sobre as classificações", informou a Moody's em comunicado oficial. 

    De acordo com a agência, os baixos preços das matérias-primas, além de atingirem os produtores, também provocam uma diminuição das receitas fiscais e dos investimentos estrangeiros.

    Mais:

    Diretor do FMI, exclusivo: ‘Risco de piora na economia mundial não pode ser desprezado’
    ‘China continuará sendo locomotiva da economia mundial’ (VÍDEO)
    Mercosul, com Bolívia, será quinta economia do mundo
    América Latina se reafirma como grande parceira da Rússia
    Tags:
    commodities, matéria-prima, economia, crescimento, crédito, Moody's, Caribe, América Latina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar