08:52 26 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Parte histórica de Palmira destruída pelos terroristas do Daesh, Síria, 27 de março de 2016

    Rússia apresentará à UNESCO proposta para restaurar cidade síria de Palmira

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Mundo
    URL curta
    Síria depois de Palmira (73)
    170

    A Rússia apresentará à UNESCO uma resolução sobre a assistência às autoridades sírias na restauração da antiga cidade de Palmira nos próximos dias, segundo informou à Sputnik nesta segunda-feira (4) uma fonte da delegação russa na 199ª sessão do Conselho Executivo da UNESCO.

    "Nos próximos dias, a Rússia apresentará uma resolução sobre a situação em Palmira ao Conselho Executivo da UNESCO", disse a fonte, acrescentando que o projeto foi denominado "Assistência à RAS [República Árabe Síria] na Restauração do Patrimônio Mundial 'Sítio Arqueológico de Palmira'".

    Após o arquivamento, o documento tem de ser incluído na agenda do Conselho Executivo dentro de 48 horas.

    "A discussão sobre a resolução deverá ser realizada em Paris na próxima semana", disse a fonte diplomática russa.

    A sessão do Conselho Executivo da UNESCO teve início na capital francesa no início do dia e se prolongará até o dia 15 de abril.

    No final de março, as tropas sírias, apoiadas por milícias antiterroristas e pelas forças aeroespaciais russas, recapturaram a cidade histórica de Palmira, que estava sob o controle do Daesh (autodenominado Estado Islâmico) desde maio de 2015. Neste meio-tempo, os jihadistas destruíram uma série de templos e monumentos locais sob o ímpeto furioso do Islã radical contra outras tradições religiosas.  

    Tema:
    Síria depois de Palmira (73)

    Mais:

    Sapadores e equipas russas com cães iniciam missão em Palmira
    Ministério da Defesa da Rússia publica imagens de ataques ao Daesh em Palmira (VÍDEO)
    Libertação de Palmira tem importância espiritual
    ‘Voltem, a nossa casa foi liberada!’: sírios regressam a Palmira
    Tags:
    Patrimônio da Humanidade, sítio arqueológico, extremismo islâmico, resolução, proposta, restauração, Estado Islâmico, Daesh, UNESCO, Paris, Palmira, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar