04:42 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Lançadores múltiplos de foguetes disparam projéteis durante exercícios de artilharia em Goseong, na fronteira com a Coreia do Norte, Coreia do Sul, 4 de abril de 2016

    Coreia do Sul realiza exercícios de artilharia por receios de possível ataque do norte

    © AFP 2019 / YONHAP
    Mundo
    URL curta
    433

    Os militares da Coreia do Sul realizaram disparos de artilharia no âmbito de treinamentos na costa leste do país próximo da fronteira com o seu vizinho do norte, no meio de tensões na península coreana.

    Segundo a agência sul-coreana Yonhap, do treinamento participaram navios de guerra, cerca de 20 peças de artilharia, inclusive obuses autopropulsados e lançadores múltiplos de foguetes de 130 mm, bem como radares contra-artilharia e veículos aéreos não tripulados.

    Durante os exercícios, os militares treinaram ações em caso de provocações no mar da parte da Coreia do Norte, destacou a agência.

    “Realizando os exercícios de artilharia na região do mar do Japão, as Forças Armadas podem testar o seu nível de prontidão em caso de quaisquer ações provocatórias do inimigo”, citou a agência a declaração dos representantes do comando militar da Coreia do Sul.

    Os militares disseram também que a Coreia do Norte “pode realizar ações provocatórias imediatas de qualquer forma e a qualquer hora”.

    As relações entre as duas Coreias se agravaram novamente em 6 de janeiro quando a Coreia do Norte anunciou ter realizado o primeiro teste de uma bomba de hidrogênio. Na reunião extraordinária do Conselho de Segurança da ONU, todos os 15 membros do órgão tomaram a decisão de começar os trabalhos para uma nova resolução sobre a Coreia do Norte. O Conselho de Segurança da ONU admitiu que o país violou quatro das suas resoluções aprovadas entre 2006 e 2013 e que a situação criada ameaça a paz e a segurança internacionais.

    A Rússia também criticou as provocações de Pyongyang, mas alertou para um possível isolamento completo do país, o que, além de prejudicar ainda mais a sua população civil, poderá fechar de vez a perspectiva da resolução político-diplomática do problema nuclear da península coreana.

    Tags:
    ataque, artilharia, militares, exercícios, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar