02:43 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Sírios com as fotos do presidente sírio Bashar Assad e primeiro-ministro russo Vladimir Putin em Damasco

    ‘Estratégia de Putin decidiu o destino de Palmira’

    © AP Photo/ Muzaffar Salman
    Mundo
    URL curta
    Campanha militar antiterrorista na Síria (132)
    245025601

    O anúncio da retirada das tropas russas da Síria, feito pelo Presidente Vladimir Putin, foi um inteligente truque militar, escreveu o jornal alemão Deutsche Wirtschafts Nachrichten (DWN).

    Após sua declaração, terroristas iludidos começaram uma ofensiva e terminaram em uma emboscada. Como resultado, o Exército sírio conseguiu libertar Palmira e impor uma dura derrota ao Daesh, relatou o jornal alemão.

    Segundo o diário, a retirada das tropas russas da Síria foi uma grande surpresa para muitos observadores estrangeiros.

    “Dependendo de suas posições, sugeriam que havia sido ou uma vitória russa sobre o Daesh e a Frente Nusra, ou a queda de Moscou diante dos terroristas”, diz o artigo.

    Ao fazer o anúncio, o presidente russo, Vladimir Putin, iniciou uma manobra inteligente, matando dois coelhos com uma só cajadada. Por um lado, conseguiu desorientar os terroristas. Pelo outro, apoiou o Exército sírio na libertação de Palmira e aplicou um duro golpe nos militantes islâmicos.

    As forças armadas da Síria recapturaram a cidade histórica das mãos dos jihadistas na semana passada, com apoio aéreo da Rússia. Durante os dez meses em que controlaram a cidade, os islâmicos destruíram vários tesouros e instalaram armadilhas nas ruínas.

    Tema:
    Campanha militar antiterrorista na Síria (132)

    Mais:

    Ministério da Defesa da Rússia publica imagens de ataques ao Daesh em Palmira (VÍDEO)
    Libertação de Palmira tem importância espiritual
    Ocidente não está interessado nem em Palmira, nem na paz na Síria
    Palmira: Exército sírio remove minas do Daesh
    ‘Voltem, a nossa casa foi liberada!’: sírios regressam a Palmira
    Tags:
    terrorismo, estratégia, política, Frente Nusra, Estado Islâmico, Daesh, DWN, Vladimir Putin, Palmira, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik