21:14 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Lavrov comenta acordo sobre cessar-fogo na Síria

    Lavrov lamenta campanha da União Europeia contra centro humanitário russo na Sérvia

    © Sputnik.
    Mundo
    URL curta
    444061

    Moscou pediu que a União Europeia não conte história de terror sobre as atividades do Centro Humanitário russo-sérvio, onde não há nenhum espião. A declaração é do ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

    "Nós não queremos que nossos parceiros da UE continuassem mostrando este centro humanitário como um lugar assustador, assustando todos com a teoria de que este centro é inundado de espiões russos, porque cria um problema artificial entre nós, os sérvios e a União Europeia", disse o chanceler em conferência conjunta com o seu homólogo sérvio, Ivica Dacic.

    O ministro russo destacou que "durante os anos de existência do centro, mediante semelhantes especulações, medos e suspiros, convidamos os países da União Europeia, assim como os EUA, a visitar este centro e comprovar com seus próprios olhos a que se dedicam os especialistas russos e sérvios". 

    "Como era de se esperar, nossos colegas europeus rechaçam estes convites; estou convencido de que eles sabem perfeitamente que suas declarações são mentiras, invenções e não querem confessar isso", disse Lavrov. 

    O Centro Humanitário russo—sérvio é uma instalação intergovernamental com sede na cidade de Nis, no sul da Sérvia. 

    Mais:

    Sérvia quer estar na UE sem negar cooperação com Rússia
    Junto ao inimigo? Jornalista sérvia visita base americana no Kosovo (EXCLUSIVO)
    Sérvia não irá à OTAN
    Presidente da Sérvia: Acordo com OTAN não significa mudança da política de neutralidade
    Oposicionista explica papel da Rússia no futuro da Sérvia
    Tags:
    centro, agências humanitárias, Alexey Lavrov, Ivica Dacic, União Europeia, Sérvia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik