10:12 16 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Área destruída por ataques da coalizão internacional liderada pela Arábia Saudita no Iêmen

    Ataques aéreos dos EUA na Síria mataram cerca de 400 civis no total

    © AP Photo/ Hani Mohammed
    Mundo
    URL curta
    155809

    Cerca de 400 civis foram mortos na Síria por ataques aéreos dos EUA e seus aliados da coalizão internacional contra o Daesh (Estado Islâmico) e outros grupos terroristas.

    Segundo o Observatório da Síria para os Direitos Humanos (SOHR), 380 pessoas, incluindo 99 crianças e 67 mulheres, foram mortas os últimos 18 meses. 

    O organização destacou que a quantidade total de vítimas (incluindo de não-civis) foi de 4.643 pessoas desde que a coalizão liderada pelos Estados Unidos iniciou os ataques aéreos na Síria em setembro de 2014. Na ocasião, o presidente norte-americano Barack Obama descreveu a operação com o objetivo de "desintegrar e derrotar" o Daesh no Iraque e na Síria.

    A organização criticou a coalizão, classificando a campanha de ataques aéreos como "um massacre" e exigiu que as áreas civis sejam isentas "de todos os tipos de operações militares, onde as vítimas destas operações são os civis sírios".

    Os números recém-divulgados contradizem com os dados divulgados oficialmente pela Casa Branca, que até agora admitiu ter matado acidentalmente apenas 21 civis.

    Mas mesmo os dados do Observatório Sírio podem ser uma estimativa. De acordo com Airwars, um coletivo de investigação que monitora os ataques aéreos na Síria e no Iraque, pelo menos 1.044 civis foram mortos desde o início da intervenção — 519 destes teriam sido atingidos somente pela coalizão liderada pelos Estados Unidos na Síria.

    Falando à VICE News, um porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA diz que dados sobre mortes de civis resultantes de operações americanas é sempre revistos.

    Mais:

    Coalizão dos EUA matou mais de mil civis em ataques na Síria e no Iraque
    Coalizão dos EUA volta a atacar o Daesh na Síria e no Iraque
    'Hospital na Síria foi bombardeado por avião da coalizão liderada pelos EUA'
    OTAN adere oficialmente à operação da coalizão liderada pelos EUA na Síria
    Coalizão liderada pelos EUA critica Turquia e ressalta respeito à soberania do Iraque
    Tags:
    ataque aéreo, terrorismo, coalizão internacional, Estado Islâmico, Daesh, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik