11:32 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Soldados belgas fazem cerco à sede da Comissão Europeia após atentados de Bruxelas

    Ministro de Israel: Bélgica deve fortalecer segurança ao invés de comer chocolates

    © REUTERS / Vincent Kessler
    Mundo
    URL curta
    Explosões em Bruxelas (40)
    3646

    A Bélgica deve melhorar a sua segurança ao invés de ficar apenas comendo chocolate e aproveitando a vida, declarou o ministro israelense da Inteligência, Yisrael Katz, exortando as autoridades belgas a endurecer o discurso e prestar mais atenção nos membros da comunidade islâmica do país.

    Katz, que também atua como ministro do Transporte, teria feito o polêmico comentário em entrevista a uma rádio de Israel logo após as explosões que provocaram a morte de mais de 30 pessoas e deixaram ao menos outras 200 feridas na última terça-feira em Bruxelas.

    Os atentados, reivindicados pelo grupo terrorista Daesh, aconteceram no aeroporto e em uma estação do metrô da capital belga, que também é a sede da União Europeia. 

    "Se, na Bélgica, eles continuarem comendo chocolate e aproveitando a vida, e continuarem a aparecer como grandes democratas e liberais, e não decidirem que alguns muçulmanos do país estão organizando (atos de) terror, não poderão lutar contra eles", disse o ministro israelense, citado pelo Haaretz. 

    Tema:
    Explosões em Bruxelas (40)

    Mais:

    Quase 50% dos judeus de Israel querem que os árabes sejam expulsos do país
    Membro do Pink Floyd contra Israel: ‘É um novo apartheid’
    Polônia rechaça imigrantes após atentados de Bruxelas
    Tags:
    muçulmanos, terrorismo, Daesh, União Europeia, Haaretz, Yisrael Katz, Israel, Bruxelas, Bélgica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar