17:17 13 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    3140
    Nos siga no

    A península russa da Crimeia não deve ser objeto de negociações internacionais, disse nesta sexta-feira (18) o porta-voz presidencial russo, Dmitry Peskov.

    “Neste caso, sem dúvida, não é uma questão que pode ser objeto de toda negociação ou contatos internacionais”, disse Peskov à imprensa ao comentar as convocações aos países da ONU de unir-se às sanções contra a Rússia. 

    Ele destacou que “é uma região da Federação Russa e a Rússia não aborda e nem abordará nunca nem com ninguém a questão a situação de suas regiões. 

    “Deve haver respeito absoluto à vontade dos habitantes da península e à decisão aprovada há dois anos”, afirmou o porta-voz do Kremlin. 

    Além disso, ele destacou que neste momento o Kremlin não pensa em uma resposta às recentes declarações da chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, que convocou os países-membros da ONU a aplicar restrições contra a Rússia. 

    As regiões da Crimeia e Sebastopol passaram a integrar a Federação da Rússia em março de 2014 após um referendo, em que a grande maioria da população votou a favor da reintegração à Rússia. 

    Mais:

    EUA: Sanções antirrussas permanecerão até a ‘devolução da Crimeia’ à Ucrânia
    Rússia tem o direito de instalar armas nucleares na Crimeia
    Um terço dos europeus e americanos admite que Crimeia é parte da Rússia
    EUA querem impor novas sanções à Rússia por causa da Crimeia
    Tags:
    Kremlin, Federica Mogherini, Dmitry Peskov, Sebastopol, Crimeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar