10:26 17 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0510
    Nos siga no

    Os Estados Unidos pediram à Coréia do Norte que se abstenha de provocações diante da informação sobre o lançamento de um míssil balístico, realizado nesta quinta-feira (17), declarou o porta-voz do Departamento de Estado John Kirby.

    O míssil balístico lançado por Pyongyang na manhã de hoje acabou caindo no Mar do Japão, após percorrer uma distância de 800 quilômetros. De acordo com o comando militar da Coreia do Sul, trata-se de um míssil de médio alcance Nodong.

    Coreia do Nortee
    © AFP 2021 / YONHAP / NORTH KOREAN TV
    “Nós recebemos a informação de que a Coreia do Norte lançou um míssil balístico em direção ao mar do Japão. Estamos acompanhando atentamente a situação na península coreana. Exortamos novamente a Coreia do Norte a se abster de ações que contribuam para a escalada da tensão na região, e a se concentrar em passos concretos voltados para o cumprimento de suas obrigações internacionais” — desatou Kirby.

    “Os EUA estão determinados em cumprir as obrigações de defesa de seus aliados, incluindo a República da Coreia do Sul e o Japão. Continuaremos coordenando as nossas ações com os nossos aliados e parceiros na região” – acrescentou o porta-voz.

    A situação na península coreana começou a piorar após a Coreia do Norte ter realizado, em 6 de janeiro, o seu quarto teste nuclear e, em 7 de fevereiro, o lançamento de um míssil balístico de longo alcance. Em resposta à estas ações os EUA apresentaram ao Conselho de Segurança da ONU um projeto de novas sanções contra Pyongyang, que acabou sendo aprovado. Junto a isso, Washington intensificou os esforços de implantação de armamentos estratégicos na Coreia do Sul.

    A aprovação das sanções e a crescente presença dos EUA na península, inclusive com o início de amplos exercícios militares conjuntos com a Coreia do Sul, provocaram efeitos negativos sobre a postura da Coreia do Norte, e acirraram ainda mais as tensões na região, resultando, inclusive, em ameaças de um ataque nuclear preventivo por parte de Pyongyang.

     

    Tags:
    EUA, Coreia do Norte, John Kirby, lançamento, míssil balístico, reação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar