17:41 01 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    104
    Nos siga no

    A União Europeia exigirá a emissão de passaportes biométricos para cidadãos turcos em viagens de curto prazo para o bloco como parte do acordo de liberalização de vistos com Ancara, segundo afirmou uma fonte diplomática da UE à RIA Novosti nesta quinta-feira (17).

    A fonte, não identificada, observou que o processo de liberalização de vistos condicionado à exigência de passaportes biométricos foi uma das concessões de Bruxelas em troca da ajuda da Turquia para limitar o número de imigrantes na Europa.

    Os dois lados deverão forjar na reunião do Conselho Europeu (17 e 18 de março) o acordo provisório que estabelece o envio de imigrantes em situação irregular na Europa de volta para a Turquia e, ao mesmo tempo, o envio de refugiados sírios em situação legal da Turquia para a Europa.

    Em troca, a União Europeia comprometeu-se a fornecer um total de três bilhões de euros (mais de US$ 3,3 bilhões) para ajudar Ancara a lidar com os refugiados, com uma eventual atribuição adicional de 3 bilhões de euros.

    O primeiro-ministro de Luxemburgo, Xavier Bettel, disse antes da cúpula que a Turquia já cumpriu 35 dos 72 requisitos para o levantamento do regime de vistos. 

    Mais:

    Refugiados tentam cruzar rio na fronteira
    Anistia Internacional: acordo entre UE e Turquia sobre refugiados é desumano
    UE e Turquia alcançam acordo sobre plano para resolução da crise de refugiados
    Tags:
    acordo, passaporte biométrico, regime de vistos, imigrantes, refugiados, Conselho Europeu, Ancara, Bruxelas, Turquia, União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar