01:58 14 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    181
    Nos siga no

    O Comitê Nacional Antiterrorista da Rússia informou que na república de Daguestão, no Sul da Rússia, foi detido um grupo de militantes ligados ao grupo terroristas Daesh.

    Junto com eles foi encontrada uma tonelada de explosivo e quatro bombas com potência total de até cinco quilos de trotil. De acordo com o Comitê Nacional Antiterrorista da Rússia, os militantes preparavam atos terroristas.

    Os funcionários desta autoridade de segurança receberam informação sobre um grupo de militantes no povoado de Mutsalaul do distrito de Hasavurt que preparavam uma série de atentados. Um grupo operativo deteve três bandidos que confessaram a sua culpa e contaram sobre esconderijo em uma casa abandonada no extremo da aldeia. Ali foram encontradas quatro bombas com potência total de até cinco quilogramas em equivalente de trotil e cerca de uma tonelada de explosivos.

    Segundo os dados do Comitê, tudo isso o grupo ligado ao Daesh pretendia usar para realizar atos terroristas de grande ressonância.

    O grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e reconhecido como terrorista pelo Brasil) autoproclamou-se "califado mundial" em 29 de junho de 2014, tornando-se imediatamente uma ameaça explícita à comunidade internacional e sendo reconhecida como a ameaça principal por vários países e organismos internacionais. Porém, o grupo terrorista tem suas origens ainda em 1999, quando um jihadista de tendência salafita, o jordaniano Abu Musab al-Zarqawi, fundou o grupo Jamaat al-Tawhid wal-Jihad. Depois da invasão norte-americana no Iraque em 2003, esta organização começou a fortalecer-se, até transformar-se, em 2006, no Estado Islâmico do Iraque. A ameaça representada por esta entidade foi reconhecida pelos serviços secretos dos EUA ainda naquela altura, mas reconhecida secretamente, e nada foi feito para contê-la. Como resultado, surgiu em 2013 o Estado Islâmico do Iraque e do Levante, que agora abrange territórios no Iraque e na Síria, mantendo a instabilidade e fomentando conflitos.


    Tags:
    atentado, terrorismo, Daesh, Comitê Nacional Antiterrorista, Daguestão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar