09:10 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    58520
    Nos siga no

    A Rússia forneceu aos combatentes curdos iraquianos – também conhecidos como peshmerga – cinco armas antiaéreas e 20.000 projéteis para reforçar a luta contra o terrorismo na região.

    "Um lote de armas chegou anteontem, no dia 14 de março, e destina-se às milícias do Curdistão iraquiano, a Peshmerga", informou à Sputnik Artiom Grigoryan, adido do consulado russo em Erbil. 

    "As armas foram transferidas na presença do embaixador [da Rússia no Iraque], do cônsul-geral e também do vice-chefe do Estado Maior dos peshmerga", acrescentou o diplomata.

    Ao todo, os russos entregaram cinco canhões automáticos antiaéreos Zu-23-2 que estão a serviço do Exército russo desde a década de 1960, e 20.000 projéteis que os acompanham, segundo disse a fonte.

    ​Grigoryan também informou que os fornecimentos de armas para as milícias do Curdistão iraquiano foram autorizados pelo governo de Bagdá. Por sua vez, o embaixador russo no Iraque, Ilya Morgunov, disse na cerimônia de entrega que tem esperanças de que o armamento russo ajude na luta contra o Daesh, autodenominado Estado Islâmico.

    As forças curdas iraquianas combatem o grupo terrorista internacional em duas frentes principais, a partir do norte e do nordeste dos territórios capturados, enquanto o Exército iraquiano atua ao sul e a leste dos jihadistas. 

    Mais:

    Curdos sírios podem anunciar federalização do território
    Líder do PKK ameaça vingança se Ancara seguir massacrando os curdos
    Força Aérea Turca elimina 45 curdos no Iraque
    Governo do Curdistão: operação da Turquia contra curdos é um genocídio
    Tags:
    defesa aérea, defesa, armas, munição, projéteis, canhões, curdos, peshmerga, Zu-23-2, Estado Islâmico, Daesh, Ilya Morgunov, Artiom Grigoryan, Rússia, Iraque, Curdistão iraquiano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar