07:39 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    21911
    Nos siga no

    O grupo de "hacktivistas" parece falhar em suas tentativas de minar o presidenciável do Partido Republicano dos EUA.

    Ainda em dezembro de 2015, o grupo Anonymous declarou guerra ao candidato republicano nas eleições presidenciais dos EUA, o bilionário Donald Trump, e recentemente, em 4 de março, declarou “guerra total” contra ele.

    No âmbito desta decisão recentemente tomada, o grupo chamou todos os hackers do mundo a bloquear todos os sites na Internet do candidato às eleições presidenciais e “investigar e divulgar o que ele não quer que o mundo saiba”.

    A organização divulgou também que esta guerra contra Trump visa “desmontar a sua campanha e minar a sua marca”.

    A divulgação foi feita através de um vídeo, que destaca:

    “Caro Donald Trump, temos observado você por muito tempo e o que vemos é profundamente preocupante.”

    Os hackers do grupo Anonymous apelam àqueles que participem da campanha contra Trump a usar o hashtag #OpTrump, quer dizer, “Operação Trump”.

    Cabe mencionar que, no mesmo dia que a decisão de Anonymous foi anunciada, em 15 de março, o senador pela Flórida, o republicano Marco Rubio anunciou a retirada de sua pré-candidatura à presidência dos EUA na sequência do anúncio de sua derrota nas primárias no estado de Flórida para o magnata conservador Donald Trump.

    Tags:
    campanha presidencial nos EUA 2016, campanha eleitoral, hackers, Anonymous, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar