01:32 27 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 32
    Nos siga no

    A Polônia decidiu prorrogar até 10 de outubro a investigação sobre a tragédia do avião presidencial polaco, que caiu perto da cidade russa de Smolensk.

    "Apesar da conclusão das inúmeras atividades que buscavam revelar as causas, as condições e o curso do desastre, não foi possível concluir a investigação no prazo (10 de abril)", disse o porta-voz promotoria polonesa, Marcin Maksian, acrescentando que a investigação se estende até 10 de Outubro.

    De acordo Maksian, a promotoria espera a resposta dos EUA ao seu pedido de assistência jurídica em relação à informação adicional sobre os dados técnicos do acidente do avião.

    Ele também observou que em fevereiro a Rússia devolveu à Polônia três volumes de materiais sobre o caso e agora pesquisadores esperam que os documentos sejam traduzidos.

    O avião que transportava o Presidente da Polônia, Lech Kaczynski, caiu perto da região de Smolensk em 10 de abril de 2010, matando todas as 96 pessoas que estavam na aeronave.

    De acordo com os resultados da investigação russa, anunciada no início de 2011, a principal causa da tragédia foi a decisão dos pilotos poloneses de aterrizar em um contexto de condições climáticas desfavoráveis.

    Mais:

    França pede que Rússia entregue à Polônia os destroços do avião de Kaczynski
    Ucranianos fora! Polônia quer construir barreira na fronteira com Ucrânia
    Polônia exige que UE respeite a sua soberania
    OTAN promete aumentar sua presença militar na Polônia
    Tags:
    presidente, avião, acidente, Lech Kaczynski, EUA, Rússia, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar