02:40 06 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    8201
    Nos siga no

    Mesmo se a Suprema Rada (parlamento da Ucrânia) tomar a decisão sobre o rompimento das relações diplomáticas com a Rússia, esta terá um caráter meramente de recomendação porque o presidente ucraniano não está interessado em cortar os laços com a Rússia, disse o senador russo da República da Crimeia, Sergei Tsekov.

    A lei sobre o rompimento das relações diplomáticas com a Rússia foi submetida à Suprema Rada por representantes do Bloco de Pyotr Poroshenko, bem como do Partido Radical.

    “Penso que esta proposição será discutida, mas duvido que a decisão (de aprovação) seja tomada. Não são completamente loucos”, disse Tsekov.

    Ele sublinhou que a própria Ucrânia sofrerá com rompimento das relações diplomáticas com a Rússia, bem como com todas as recentes decisões das atuais autoridades.

    “Se a decisão passar na Suprema Rada terá um caráter de recomendação e o presidente ucraniano não romperá as relações diplomáticas com a Rússia”, pensa o senador russo.

    Na sua opinião, o organizador deste processo são os EUA. Eles estão insatisfeitos com os recentes passos bem-sucedidos da Rússia na Síria e, por isso, tentam corrigir a situação a seu favor.

    Está neste momento decorrendo na Rússia o processo judicial em relação à militar ucraniana Nadezhda Savchenko, que é acusada do envolvimento na morte de dois jornalistas russos em Donbass, em junho de 2014.

    Tags:
    laços, presidente, relações, diplomacia, Pyotr Poroshenko, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar