12:51 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Representante permanente da Rússia na ONU, Vitaly Churkin

    Testes com mísseis do Irã não violam resolução do CS da ONU, segundo embaixador russo

    © AFP 2018 / DON EMMERT / AFP
    Mundo
    URL curta
    2141

    Os testes com mísseis balísticos conduzidos pela República Islâmica do Irã não violam a resolução 2231 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, uma vez que a mesma não proíbe lançamentos desse tipo de míssil, mas apenas pede a Teerã para restringir certas atividades, segundo afirmou hoje o enviado da Rússia para a ONU, Vitaly Churkin.

    "Não se trata de uma violação da 2231", disse Churkin em conversa com jornalistas antes de uma reunião convocada pelos Estados Unidos para analisar os recentes testes iranianos. "Há uma distinção legal importante". 

    De acordo com o embaixador russo, a resolução em questão pede ao Irã para não se engajar em lançamentos de mísseis balísticos que possam ser projetados para carregar ogivas nucleares, não necessariamente proibindo lançamentos em geral.

    "Um pedido é diferente de uma proibição. Legalmente, um pedido não pode ser violado. Você pode atender ou não, mas não pode violar". 

    Mais:

    Kerry reclama de testes com mísseis balísticos do Irã em conversa com Zarif
    EUA prorrogam em um ano suas sanções contra o Irã
    Chanceler: Arábia Saudita pode virar a página se Irã mudar suas políticas
    Irã testa mais dois mísseis balísticos, com a inscrição 'Israel deve ser varrido'
    Irã testa míssil balístico
    Tags:
    mísseis, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Vitaly Churkin, Teerã, EUA, Rússia, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik