05:01 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    © Sputnik .

    A economista chinesa Liu Huaqin, pesquisadora do Instituto Internacional do Comércio e Cooperação Econômica do Ministério do Comércio da China, comentou, por videoconferência, os rumores sobre a desaceleração da economia chinesa. Resulta que não é para preocupar-se.

    Segundo os economistas internacionais, um dos fatores da futura eventual recessão é a "fraqueza persistente da economia mundial", ligada à "desaceleração cíclica e estrutural na China" e à "instabilidade da sua moeda [a chinesa]".

    Entretanto, a China é a maior economia emergente do mundo. Em outubro do ano passado, a sua moeda, o yuan renminbi ("moeda popular", nome oficial do yuan) fará a sua estreia na qualidade de moeda de reserva internacional.

    A economista chinesa confirma que o papel da China na economia mundial não deve ser menosprezado.

    Tags:
    especialista, crescimento, economia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Mais vídeos