08:39 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Apoiantes do Partido Frente Nacional da França, 9 de dezembro de 2016

    Europa rachada: Após britânicos, franceses também querem referendo sobre adesão à UE

    © AFP 2018 / PASCAL GUYOT
    Mundo
    URL curta
    Brexit: reações e consequências (121)
    1100

    Uma nova pesquisa de opinião mostra que na França a maioria das pessoas (53%) gostaria de um referendo sobre a permanência do país à União Europeia. Na Suécia, na Alemanha e na Espanha também há mais entrevistados a favor do que contra a realização de um referendo semelhante.

    A França foi um membro fundador do que hoje é a União Europeia e é vista como um pilar central de todo o projeto europeu, mas, nos últimos meses, o país tem visto um grande aumento da hostilidade contra os imigrantes, bem como um crescimento na popularidade do partido de direita Frente Nacional, liderado por Marine Le Pen.

    O resultado da pesquisa reflete um padrão semelhante detectado na Holanda, onde uma pesquisa recente indicou que 53% dos holandeses querem um referendo sobre a adesão à UE semelhante ao que será realizado pelos britânicos no dia 23 de junho. Atualmente, 44% destes votariam pela permanência no bloco e 43% votariam pela saída.

    Tweet: "53 por cento dos franceses querem um referendo sobre a saída da UE"

    O primeiro-ministro britânico David Cameron foi forçado a prometer um referendo antes da eleição em 2015 devido ao crescente sentimento anti-UE dentro de seu próprio Partido Conservador, bem como ao aumento da popularidade do Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), de orientação anti-UE, que recebeu 12,6% dos votos na eleição.

    A pesquisa, realizada pela Universidade de Edimburgo, descobriu que, após os franceses, os suecos (49%) são os mais favoráveis à realização de um referendo sobre a adesão ao bloco, seguidos pelos espanhóis (47%) e pelos alemães (45%).

    De acordo com a London School of Economics, a Grécia é o segundo país mais eurocético na União Europeia: 50% da população do país acredita não ter se beneficiado com a UE.

    'Efeitos devastadores'

    Bandeira do Reino Unido
    © flickr.com / Mikael Vejdemo Johansson
    Ainda de acordo com a pesquisa da Universidade de Edimburgo, 25% dos franceses querem dar fim à livre circulação de pessoas na Europa — um dos princípios centrais da integração europeia. Apesar de a porcentagem não constituir uma maioria, o número é indicativo de um aumento do sentimento anti-imigração na França.

    "O referendo britânico é um laboratório para outros referendos na Europa. Tal trivialidade poderia produzir efeitos devastadores", disse Anand Menon, professor de política europeia no Kings College de Londres, resumindo o cenário em entrevista ao jornal francês Le Monde.

    Tema:
    Brexit: reações e consequências (121)

    Mais:

    Cameron defende intervenção britânica na Síria contra Daesh
    Cameron fala de condições para a permanência do Reino Unido na União Europeia
    Brexit pode desencadear efeito dominó na República Tcheca, alerta premiê
    Líderes da União Europeia chegaram a acordo sobre o 'Brexit'
    Tags:
    Brexit, direita, referendo, adesão, saída, imigrantes, União Europeia, Grã-Bretanha, Reino Unido, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik