07:24 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Efetivos da Marinha russo durante a celebração do  aniversário da Frota do mar Negro em Savastopol

    Líder da Crimeia: Ucrânia que não tenha ilusões quanto à recuperação militar da península

    © Sputnik / Vasily Batanov
    Mundo
    URL curta
    39597
    Nos siga no

    A Crimeia será russa para sempre, quaisquer planos sobre a sua recuperação são sonhos irrealizáveis, declarou Sergei Aksyonov, sublinhando que não haverá quaisquer problemas de segurança para os habitantes da região.

    O chefe da Crimeia, Sergei Aksyonov aconselhou a não acalentar planos de recuperação militar da península, visto que todos eles “permanecerão como esperanças inalcançáveis”

    Lenur Islyamov, iniciador do atual bloqueio energético e alimentar da Crimeia por parte da Ucrânia, falou em entrevista a edição Aprostrof sobre os planos para a conquista militar da península. Segundo ele, na região de Kherson, na fronteira com a Crimeia, está sendo formado um batalhão de voluntários, chamado Noman Çelebicihan, que deve tornar-se parte da Guarda Nacional. Está ainda prevista a criação de outro batalhão no quadro das Forças Armadas da Ucrânia.

    “Nós encaramos tudo isto com um sorriso. Aqueles que têm ilusões e pensam que podem recuperar a Crimeia por via militar, podem nem perder tempo porque é uma ocupação inútil, isso nunca acontecerá”, disse Aksionov aos jornalistas.

    Na sua opinião “não há e não haverá quaisquer problemas na Crimeia do ponto de vista da segurança dos cidadãos”.

    “A Crimeia pertencerá sempre à Rússia, seja quais forem os planos que alguém acalente, planos que permanecerão esperanças inalcançáveis”, disse o líder da península em conclusão.

    A Crimeia tornou-se de novo uma região russa depois de um referendo realizado ali em março de 2014, no qual a maioria dos habitantes da península votou a favor da reintegração na Rússia. As autoridades da Crimeia realizaram o referendo depois do golpe de Estado na Ucrânia de fevereiro de 2014, quando políticos solidários com as forças nacionalistas e russófobas chegaram ao poder. A Ucrânia ainda considera a Crimeia parte do seu território. O Ministério das Relações Exteriores russo declarou repetidamente que os habitantes da Crimeia votaram pela reintegração com a Rússia, o que plenamente corresponde ao direito internacional e à Carta da ONU e que a Rússia respeita esta escolha. Esta decisão é a realidade que deve ser tida em conta.

    Tags:
    ilusão, plano, exército, Guarda Nacional, Sergei Aksyonov, Ucrânia, Crimeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar