20:29 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira de Israel

    Quase 50% dos judeus de Israel querem que os árabes sejam expulsos do país

    © REUTERS / Ammar Awad
    Mundo
    URL curta
    109320
    Nos siga no

    Quase metade dos judeus israelenses acha que os árabes deveriam ser expulsos de Israel, conforme revelou uma pesquisa realizada pelo Pew Research Center, dos EUA.

    De acordo com o levantamento, 81% dos cidadãos de Israel se identificam como judeus, e 48% deles defendem que a população árabe deveria ser retirada do país. O estudo ainda mostrou a existência de uma grande divisão nas linhas religiosas e políticas no Estado, principalmente em relação às diferentes denominações do judaísmo.  

    Praticamente todos os judeus israelenses, segundo o Pew Center, se identificam com uma das seguintes categorias: Haredi (ultraortodoxo), Dati (religioso), Masorti (tradicional) ou Hiloni (secular). 

    Para 79% dos árabes israelenses, existe muita discriminação contra muçulmanos em Israel, enquanto 74% dos judeus do país consideram que a discriminação contra minorias religiosas não é um grande problema. 

    Mais:

    ONU: Israel tomou decisão ‘provocativa’ com assentamentos na Cisjordânia
    Irã testa mais dois mísseis balísticos, com a inscrição 'Israel deve ser varrido'
    Kerry critica construção de assentamentos israelenses na Palestina
    Suécia quer investigação sobre execuções de palestinos por Israel
    Palestinos são expulsos de avião a pedido de israelenses
    Dilma: Aumento de violência entre palestinos e israelenses preocupa Brasil
    Tags:
    muçulmanos, Haredi, Hiloni, Dati, Masorti, religião, discriminação, árabes, judeus, Pew Research Center, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar