09:58 13 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    419
    Nos siga no

    Fontes da União Europeia afirmaram nesta quarta-feira que o bloco irá estender pelo menos até setembro as sanções impostas a organizações e cidadãos russos e ucranianos que o Ocidente considera culpados de envolvimento na atual crise da Ucrânia.

    "As sanções, restrições de viagens e congelamentos de ativos, contra 146 indivíduos e 37 entidades estão sendo renovadas até setembro", disse uma fonte à AFP após um encontro de diplomatas europeus. 

    Segundo a agência, a informação, adiantada de forma não oficial, deverá ser confirmada nesta quinta-feira, 10, na reunião de ministros do Interior da UE em Bruxelas. 

    Em dezembro passado, a União Europeia decidiu estender as medidas econômicas impostas a setores inteiros da economia russa, culpando Moscou pelo não cumprimento dos acordos de Minsk pelas duas partes em conflito, os rebeldes de Donbass e o governo ucraniano. 

    Mais:

    EUA podem anunciar nova flexibilização das sanções contra Cuba em março
    Coreia do Norte ignora sanções da ONU e segue com programa nuclear
    Sarkozy exorta França a 'trocar de presidente' e 'levantar sanções antirrussas'
    ‘EUA prorrogam sanções porque têm inveja da Rússia’
    União Europeia avalia novas sanções contra Coreia do Norte
    Obama prorroga sanções contra a Rússia
    Tags:
    sanções, União Europeia, AFP, Minsk, Kiev, Donbass, Bruxelas, Moscou, Ucrânia, Europa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar