17:18 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    738
    Nos siga no

    O chefe do Centro Nacional russo para Redução do Risco Nuclear, coronel Ruslan Shishin, revelou que os EUA e a França realizarão um voo de observação sobre o território da Rússia, no âmbito do Tratado de Céus Abertos.

    “No período entre 9 e 13 de março de 2016, no âmbito do Tratado de Céus Abertos, uma missão conjunta entre EUA e França realizará um voo de observação sobre o território da Rússia, a bordo do avião de observação americano OS-135B, a partir do aeroporto de Khabarovsk” – disse o coronel russo.

    Durante todo o voo, especialistas russos irão acompanhar de perto, a bordo da aeronave americana, o rigoroso cumprimento do trajeto, dos parâmetros da missão e do uso de equipamentos segundo previsto nos termos do tratado.

    O avião de observação Boeing OS-135B pertence a uma classe de aeronaves não destinadas ao uso de quaisquer tipos de armamento. A aeronave e os equipamentos de observação instalados na mesma foram submetidos a uma inspeção internacional com a participação de especialistas russos.

    O Tratado de Céus Abertos foi assinado em março de 1992 e tornou-se uma das principais medidas de construção da confiança internacional na Europa pós-Guerra Fria. O documento entrou em vigor em 1º de janeiro de 2002 e atualmente conta com 34 Estados membros, incluindo a maioria dos países da OTAN, bem como a Rússia.

    Basicamente, o tratado permite aos países participantes colher abertamente informações sobre as forças e atividades militares de cada um.

    Mais:

    Rússia não irá tolerar novas violações do Tratado de Céus Abertos pela Turquia
    Turquia cancelou voo russo de vigilância sobre seu território; quais são as consequências?
    Avião russo irá vigiar estruturas militares dos EUA
    Tags:
    voo de observação, Tratado de Céus Abertos, Ruslan Shishin, EUA, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar