02:34 25 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Soldados tunisinos perto de Ben Gardane

    Operação da Tunísia na fronteira com a Líbia mata 21 militantes

    © AP Photo / Benjamin Wiacek
    Mundo
    URL curta
    191

    As forças de segurança da Tunísia mataram 21 militantes e prenderam seis durante confrontos na cidade tunisina de Ben Gardane, perto da fronteira com a Líbia, segundo anunciou o Ministério do Interior da Tunísia em sua página oficial do Facebook nesta segunda-feira (7).

    "No amanhecer de hoje, 07 de março de 2016, em uma primeira avaliação, unidades de segurança e do exército nacional mataram 21 terroristas e prenderam outros seis. Quatro pessoas morreram após ataques sincronizados por parte de terroristas armados contra setores da segurança e da guarda nacional e o quartel do exército em Ben Gardane", afirmou a pasta.

    Os confrontos começaram cedo nesta segunda-feira, quando militantes extremistas atacaram o exército, a polícia e as posições da guarda nacional tunisina no centro da cidade. Segundo o ministério do Interior, a caçada aos terroristas segue em curso.

    O país está em alerta de segurança após uma série de atentados ocorridos desde novembro do ano passado, quando 12 agentes de segurança tunisinos foram mortos em um ataque suicida. O Presidente Beji Caid Essebsi disse em 2015 que a Tunísia estava em guerra contra o terrorismo.


    Mais:

    Ônibus da guarda presidencial da Tunísia explode no centro de Túnis
    UE poderá enviar missão de segurança para ajudar Tunísia no combate contra o terrorismo
    Tags:
    exército, terrorismo, extremistas, militantes, Ben Gardane, Líbia, Tunísia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar