21:02 21 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Protesto em Seul contra a implantação do sistema antimísseis Thaad.

    Moscou e Pequim reagem aos planos dos EUA de implantar sistemas THAAD na Coreia do Sul

    © AFP 2017/ Jung Yeon-Je
    Mundo
    URL curta
    Crise nuclear das Coreias (56)
    334644288

    A Rússia e a China criticaram a intenção dos EUA de implantar o sistema de mísseis antibalísticos THAAD na Coreia do Sul, afirmando que a medida ameaça a segurança do Nordeste Asiático, segundo informou a chancelaria russa em um comunicado nesta sexta-feira (4).

    No começo do dia, o vice-ministro russo das Relações Exteriores Igor Morgulov se encontrou com seu homólogo chinês Kong Xuanyou para discutir a segurança na região do Nordeste Asiático após a Coreia do Norte ter realizado um teste nuclear em janeiro e lançado um míssil balístico em fevereiro.

    Em resposta às violações das resoluções da ONU por parte de Pyongyang, os EUA intensificaram seus esforços para implantar armamentos estratégicos na Coreia do Sul.

    "Os diplomatas de alto escalão salientaram o impacto negativo dos planos de implantar os sistemas de defesa de mísseis THAAD dos EUA na República da Coreia, em relação à situação político-militar no nordeste da Ásia", disse o ministério russo.

    De acordo com a pasta, Moscou e Pequim concordam que a confrontação e a corrida armamentista na região são inadmissíveis.

    Tema:
    Crise nuclear das Coreias (56)

    Mais:

    União Europeia avalia novas sanções contra Coreia do Norte
    Coreia do Norte dispara mísseis em direção ao Mar do Japão
    Após ONU, EUA adotam mais sanções contra Coreia do Norte
    Tags:
    lançamento, teste, programa nuclear, mísseis balísticos, sistema de defesa de mísseis, sistema de mísseis, THAAD, Kong Xuanyou, Igor Morgulov, Nordeste Asiático, China, Rússia, EUA, Coreia do Norte, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik