10:14 04 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    4714
    Nos siga no

    Três órgãos públicos da Coreia do Norte bem como dois cidadãos do país foram incluídos em uma lista de sanções dos Estados Unidos devido a suposta participação nos esforços de proliferação do programa nuclear de Pyongyang, segundo informou o Departamento de Estado dos EUA.

    "O Ministério da Indústria de Energia Atômica da Coreia do Norte (MAEI), a Academia de Ciências de Defesa Nacional (ANDS), e a Administração do Desenvolvimento Aeroespacial Nacional (NADA), assim como dois indivíduos diretamente ligados a atividades de proliferação da Coreia do Norte, Choe Chun Sik e Kang Mun-Kil, por sua contribuição para atividades relacionadas a armas de destruição em massa", foram incluídos na lista de sancionados.

    Nesta quarta-feira, o Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou uma resolução que impõe um novo pacote de sanções a Pyongyang, que incluem grandes limitações ao comércio e uma série de restrições econômicas e financeiras, prevendo também a realização de inspeções internacionais de todas as cargas que chegam ou deixam o país. 

    Mais:

    EUA acolhem preocupações russas quanto a sanções contra Coreia do Norte
    Sanções da ONU não vão desencorajar programa nuclear da Coreia do Norte
    Mídia: Coreia do Norte testa nova arma antitanque guiada por laser
    Tags:
    sanções, programa nuclear, Conselho de Segurança da ONU, MAEI, NADA, ANDS, Departamento de Estado, ONU, Kang Mun-Kil, Choe Chun Sik, Pyongyang, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar