00:14 24 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    John Kerry e Sergei Lavrov durante encontro em Moscou em 15 de dezembro

    Lavrov e Kerry comemoram início de cessar-fogo

    © Sputnik/ Ramil Sitdikov
    Mundo
    URL curta
    Trégua russo-americana na Síria (85)
    9790111

    O Ministro de Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, conversou neste sábado com o secretário de estado americano, John Kerry, sobre a situação na Síria após o início de cessar-fogo, segundo informa comunicado no site do Ministério de Relações Exteriores da Rússia.

    Militares sírios acenam com as mãos depois de ter tomado o controle da vila de Kiffin, província de Aleppo, Síria, 11 de fevereiro de 2016
    © AFP 2017/ GEORGE OURFALIAN
    O cessar-fogo, negociado por Rússia e Estados Unidos, entrou em vigor na madrugada. Os dois principais grupos terroristas ativos na Síria — Daesh e Frente Nusra — não fazem parte do arranjo.

    “Os chefes de diplomacia comemoraram a entrada em vigor do fim das hostilidades na Síria, continuaram a discussão sobre as modalidades de sua plena implementação, inclusive o aprofundamento da coordenação na esfera militar entre Rússia e EUA em base sistemática”, diz o comunicado.

    Os dois diplomatas também discutiram a renovação das conversas de paz pela Síria com assistência do Grupo de Apoio Internacional à Síria (ISSG), confirmando a importância de uma cooperação Rússia-EUA dentro do ISSG.


    Tema:
    Trégua russo-americana na Síria (85)

    Mais:

    Durante cessar-fogo na Síria, grupos terroristas continuam ataques
    Damasco: cessar-fogo não pode ser usado para mudar o equilíbrio de forças
    Em meio ao cessar-fogo militantes abrem fogo em Aleppo e Homs
    Obama indica desconfiança ao compromisso da Rússia com o cessar-fogo na Síria
    Forças curdas apoiam acordo de cessar-fogo na Síria
    Tags:
    conversa, negociações, cessar-fogo, Grupo Internacional de Apoio à Síria (ISSG), John Kerry, Sergei Lavrov, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik