00:13 24 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Forças Democráticas da Síria e combatentes do Exército Sírio Livre em uma aldeia nos arredores da cidade de al-Shadadi, campo de Hasaka, Síria (foto de arquivo)

    Curdos sírios pedem a Rússia e EUA que forçem adesão do Exército Livre Sírio a cessar-fogo

    © REUTERS/ Rodi Said
    Mundo
    URL curta
    Trégua russo-americana na Síria (85)
    72839181

    Rodi Osman, enviado do Curdistão Sírio à Rússia, disse que os curdos sírios estão prontos para contribuir rumo a uma solução definitiva para a crise síria.

    Curdos sírios apoiam uma solução pacífica para a crise síria, mas todos grupos do Exército Livre Sírio (FSA) devem aderir ao cessar-fogo negociado por Rússia e Estados Unidos, afirmou à Sputnik, neste sábado, o enviado do Curdistão sírio à Rússia.

    Relatos surgiram no início do dia dando conta de que pelo menos um civil foi morto em um ataque de um atirador no distrito de Sheikh Maqsoud na cidade de Aleppo, dominada pelos curdos.

    “Em todos nossos comunicados, claramente afirmamos nossa posição e declaramos apoiar uma solução pacífica para a crise síria, mas a questão é se os grupos operando dentro do FSA estão prontos para uma trégua”, disse Rodi Osman.

    “Todos esses grupos se posicionam como Exército Livre Sírio e não encerraram as hostilidades ainda. É por isso que os países que propões um cessar-fogo devem pensar nisso e tomar as devidas medidas”, completou o enviado.

    “Já que sempre nos posicionamos contra violência e abuso, temos uma visão positiva da proposta para cessar-fogo e a apoiamos. Nos protegemos do terrorismo e de ataques contra nossos direitos no Curdistão Ocidental e em toda a Síria, e estamos prontos para contribuir para a solução definitiva da crise síria, afirmou Osman.


    Tema:
    Trégua russo-americana na Síria (85)

    Mais:

    Curdos resgatam jovem sueca de 16 anos das mãos do Daesh no Iraque
    Curdos sírios reconquistam ao Daesh cidade estratégica em província petroleira
    Militantes curdos assumem responsabilidade por ataque em Ancara
    Turquia acusa curdos de atentado em Ancara para criar ‘pretexto para invadir Curdistão’
    Militares turcos queimaram vivos 150 curdos na província de Sirnak, diz deputada
    Tags:
    solução pacífica, hostilidade, cessar-fogo, Exército Livre da Síria, Curdistão, EUA, Rússia, Aleppo, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik