16:08 28 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    675
    Nos siga no

    O ministro da Energia dos EUA Ernest Moniz declarou nesta quarta-feira (24), durante uma entrevista coletiva na conferência IHS CERAWeek, que o governo norte-americano não possui razões legítimas para regular o nível de sua produção de petróleo e, portanto, não pretende recorrer a esta prática.

    “Somos o governo. Nós não controlamos, não tentamos controlar o nível de produção dos nossos produtores” – disse Moniz respondendo à pergunta sobre o fato de Washington ter recebido um convite da OPEP para discutir a proposta.

    No início desta semana, o secretário-geral da OPEP Abdalla Salem El-Badri declarou que o cartel está buscando alcançar o congelamento dos níveis de produção junto a todos os países produtores de petróleo. Ele destacou que, apesar de não contar com a adesão dos EUA, encoraja fortemente o país a negociar tal medida.

    No final da semana passada, Rússia, Arábia, Venezuela e demais membros da Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP) alcançaram um acordo de reduzir a produção para níveis de meados de janeiro deste ano. Especialistas do setor esperam que a medida possa trazer efeitos positivos a curto prazo, com a recuperação dos preços do barril.

    Mais:

    Arábia Saudita nega plano de expandir participação no mercado de petróleo
    Queda no preço do petróleo leva países do golfo Pérsico a criar imposto inédito
    Quatro fatos essenciais que você precisa saber sobre o petróleo
    Arábia Saudita recusa-se a reduzir extração de petróleo
    Tags:
    congelamento, petróleo, OPEP, Ernest Moniz, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar