00:43 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Aviação russa na base Hmeymim, na Síria

    Força Aeroespacial russa realizou 62 missões contra 187 instalações terroristas na Síria

    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Mundo
    URL curta
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)
    16403
    Nos siga no

    A intensidade de ataques russos na Síria reduziu-se significativamente nos últimos 2 dias, disse o representante oficial do Ministério da Defesa russo, general-maior, Igor Konashenkov.

    "Durante os últimos dois dias foram realizadas 62 missões contra 187 alvos nas províncias de Hama, Raqqa, Deir ez-Zor, Aleppo e Homs. Na região da povoação de Katria, província de Hama, um bombardeiro Su-34 eliminou mais de 10 pontos de controle do inimigo. Em resultado dos ataques, as infraestruturas de engenharia dos terroristas foram completamente destruídas, tendo sido neutralizados mais de 50 bandidos", disse o militar russo.

    "Nos últimos dois dias a intensidade dos ataques dos aviões russos reduziu-se drasticamente. Trata-se principalmente de tais regiões da República Árabe da Síria de onde foram recebidos ou foram enviados pedidos das autoridades locais e grupos armados para realizar o cessar-fogo e iniciar negociações sobre a reconciliação. Os aviões russos não realizam ataques nessas zonas", afirmou Konashenkov.

    A Força Aeroespacial russa realiza ataques em regime habitual contra os grupos terroristas que foram excluídos dos acordos sobre o cessar-fogo na Síria, disse Konashenkov.

    "Queria sublinhar de forma especial que o acordo russo-americano sobre o cessar-fogo não abrange os militantes do Daesh, a Frente al-Nusra e outros grupos reconhecidos pelo Conselho de Segurança da ONU como terroristas", disse Konashenkov.

    A Rússia já iniciou trabalhos concretos para levar a cabo a reconciliação na Síria e espera ações semelhantes da parte dos EUA.

    "Conforme os acordos russo-americanos de 22 de fevereiro sobre o cessar-fogo na Síria, foi criado, na base aérea russa de Hmeymim, o Centro de Coordenação para a Reconciliação entre as partes beligerantes, a fim de realizar o mecanismo de controle sobre o cessar-fogo, centro que já iniciou os trabalhos no território da República Árabe da Síria", sublinhou o militar russo.

    Entre as suas tarefas principais estão ajudar o processo de negociações entre a oposição e o governo sírio, concluir acordos sobre o cessar-fogo e organizar fornecimentos de ajuda humanitária.

    Ao mesmo tempo, o Ministério da Defesa russo afirmou que a Turquia continua atacando o território sírio, apesar de todos os acordos sobre o cessar-fogo.

    O centro para a reconciliação criado na base aérea russa de Hmeymim, na Síria, recebeu mais de uma dezena de pedidos durante as últimas 24 horas. Entretanto, todos os pedidos são cautelosamente examinados porque podem ser provocações. Os funcionários do centro já estão realizando negociações na província síria de Latakia. A grande maioria dos militares russos no centro em Hmeymim tem experiência de missões de manutenção de paz.O centro é composto por alguns grupos, nomeadamente para negociações e para ajuda humanitária.

    Tema:
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)
    Tags:
    ataques, luta, acordo, cessar-fogo, terrorismo, aviação, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar