10:05 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Arseniy Yatsenyuk

    Yatsenyuk admite responsabilidade por falhas políticas na Ucrânia

    © AP Photo/ Efrem Lukatsky
    Mundo
    URL curta
    201957615

    O primeiro-ministro ucraniano Arseny Yatsenyuk admitiu a sua responsabilidade por a Ucrânia não ter atingido aquilo em que os ucranianos depositaram as suas esperanças durante o Euromaidan.

    "O que mudou passados dois anos? Para que fizemos o Maidan? Atingimos na verdade aquilo que queríamos? Serei sincero com vocês. Com certeza, não atingimos tudo. Nisso há uma parte da minha culpa, que admito", afirmou Arseny Yatsenyk durante o programa «10 minutos com o premiê» no canal Espreso TV.

    No entanto, segundo o político, neste período do tempo a Ucrânia conseguiu se tornar independente da Rússia.

    "Pensem nas alterações fundamentais que ocorreram na Ucrânia durante os últimos 24 meses. A Ucrânia se tornou, na verdade, um Estado independente. No passado éramos, de fato, administrados pela Federação da Rússia", disse Arseny Yatsenyuk. 

    Segundo ele, agora a Ucrânia não depende da Rússia "nem no gás, nem na economia, nem na política".

    A única coisa que falta é "a maturidade política", que precisa de tempo.

    A Ucrânia está sofrendo uma crise grave em todas as esferas. Assim, segundo os especialistas, a economia só poderá se recuperar dentro de vários anos até atingir o nível do ano de 2013. As reservas de ouro diminuíram para metade. O volume de investimentos estrangeiros caiu dez vezes.

    Mais:

    EUA e Ucrânia coordenam pressão sobre a Rússia
    Maior problema com Kiev: Ocidente finge que Ucrânia cumpre acordos de Minsk
    Mídia: agora todos sabem quem realmente controla a Ucrânia
    Tags:
    Maidan, Arseny Yatsenyuk, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik