08:01 18 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Presidente turco Recep Tayyip Erdogan na Conferência Climática em Paris, 30 de novembro de 2015

    Erdogan: Turquia tem direito de operar na Síria ou em qualquer outro lugar

    © AP Photo / Francois Mori
    Mundo
    URL curta
    84662

    A Turquia tem direito de executar operações na Síria ou em qualquer outro lugar onde Ancara vir uma ameaça, disse o presidente do país, Recep Tayyip Erdogan.

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse em uma entrvista coletiva no sábado que a Turquia tem o direito de realizar operações na Síria ou em qualquer outro lugar onde possa haver “organizações de terror”, relatou o jornal Hurriyet Daily News neste domingo.

    “A Turquia tem todo direito de realizar operações na Síria e nos lugares onde organizações de terror estejam colocadas no que diz respeito às ameaças que a Turquia enfrenta”, disse o presidente turco.

    O líder da Turquia declarou que a situação na Síria não é uma questão de “direitos soberanos de países que não podem tomar controle de sua integridade territorial. Pelo contrário, isto tem a ver com a vontade que a Turquia mostra para proteger seus direitos soberanos.”

    “Ninguém pode impedir o direito da Turquia de se auto-defender diante dos atos terroristas que tinham o país como alvo; não podem impedir a Turquia de usar esse direito”, completou o presidente turco.

    No dia 13 de fevereiro, o exército turco começou a bombardear as Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG) na Síria após retirar uma milícia islâmica de uma base aérea e de uma vila próximas à fronteira turca. A justificativa era medida retaliadora.

    Na última semana, curdos sírios também relataram que dois mil combatentes de grupos islâmicos militantes haviam ido da Turquia até a cidade de Azaz, no norte da Síria.

    O YPG é uma das forças mais eficientes na luta contra o Daesh na Síria, mas a Turquia o considera uma organização terrorista por causa de suas ligações com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no sudeste da Turquia.

    Mais:

    Diplomata russo: declarações da Turquia sobre Rússia são um ‘completo absurdo’
    Turquia acusa curdos de atentado em Ancara para criar ‘pretexto para invadir Curdistão’
    Merkel: Europa e Turquia devem dividir responsabilidade pela crise de refugiados
    ‘Turquia perdeu iniciativa e impacto na crise síria’
    Vídeo mostra local de atentado contra comboio militar na Turquia
    Tags:
    terrorismo, curdos, Daesh, YPG, PKK, Recep Tayyip Erdogan, Síria, Rússia, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar