16:43 25 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Antártica

    Patriarca Kirill visita pinguins em base da Rússia na Antártida

    © REUTERS / Alexey Ekaikin/Handout
    Mundo
    URL curta
    0 52

    Uma semana após se reunir com o Papa Francisco em Cuba, o Patriarca Kirill da Igreja Ortodoxa Russa chegou hoje (18) à estação de pesquisa Bellingshausen, da Rússia, na Ilha do Rei George (também conhecida por seu nome histórico russo: Waterloo), ao largo da costa da Antártida.

    Ele deu uma caminhada contemplativa entre os pinguins na costa rochosa da ilha antes de realizar uma cerimônia especial para os cientistas reunidos na Igreja Trinity, tornando-se assim o primeiro chefe da Igreja Ortodoxa a pregar no local, sendo também o primeiro a por os pés sobre o continente gelado.

    ​Construída com pinheiros siberianos nas montanhas de Altai, na Rússia, a igreja foi desmontada e remontada em Bellingshausen em 2004, e hoje é conhecida por ser a igreja ortodoxa mais meridional do planeta.

    ​Kirill elogiou o trabalho científico da expedição polar russa em Bellingshausen e, de acordo com o canal Rossiya-24, dedicou o ofício religioso aos que morreram "nestas paragens distantes” e aos “que trabalham em condições difíceis".

    ​Além disso, o patriarca ressaltou que, na Antártida, independentemente de seus países de origem, todos compõem uma mesma família "ao estender a mão para ajudarem-se e compartilhar os recursos", de modo que os cientistas e expedicionários ali presentes representariam “um modelo ideal para a humanidade”.

    ​“É o único continente onde não há armas nem atividade militar, e não se conduzem investigações científicas para criar novos meios de destruição das pessoas”, disse Kirill.

    Convidado pela expedição russa, o patriarca viajou para a Antártida através do Chile e do Paraguai, onde cumpriu uma visita de dois dias como parte de sua turnê pela América Latina, que começou em Cuba e terminará no Brasil no próximo domingo (21).

    Na semana passada, em Havana, Kirill teve um encontro histórico com o Papa Francisco, marcando a primeira reunião entre os chefes das religiões católica romana e ortodoxa oriental desde a divisão da Igreja cristã unificada em 1054.

    Fundada em 22 de fevereiro de 1968 pela então União Soviética, a estação de Bellingshausen tem o nome de um dos descobridores da Antártida, um oficial da Marinha do Império Russo que, junto com o explorador russo Mikhail Lazarev, foi o primeiro a por os olhos sobre o continente, em 1820.

    Mais:

    Exclusivo – D. Orani Tempesta: ‘Acolhemos o Patriarca Kirill como um verdadeiro irmão’
    Fidel Castro e Patriarca Kirill: Repercussões do encontro histórico em Cuba
    Papa Francisco e Patriarca Kirill pediram por preces para evitar uma nova guerra mundial
    Tags:
    pinguins, estação de pesquisa, base russa, Igreja Ortodoxa, Kirill, Waterloo, Ilha de São George, Bellinghausen, Antártica, Antártida, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar